Irmã Marion

Irmã  Marion                    ND 4922                        PDF Download
Marion Connaughty

Província Maria Regina, Coesfeld, Alemanha
(Stella Maris, Kettering, Inglaterra)

Data e Lugar de Nascimento:    10 de fevereiro, 1940    Corby, Inglaterra
Data e Lugar da Profissão:         02 de setembro, 1962    Hoddesdon, Inglaterra
Data e Lugar da Morte:      20 de setembro, 2016    Kettering, Inglaterra
Data e Lugar do Funeral:       05 de outubro, 2016      Kettering, Inglaterra

marionMarion era a filha do meio, das três meninas e um menino que morreu quando criança. A família trabalhou arduamente nos anos de guerra para dar às crianças a educação católica como herança. As três meninas frequentaram a Escola Conventual, em Kettering dirigida pelas Irmãs Ursulinas, primeiro, e mais tarde, pelas Irmãs de Nossa Senhora. Concluída a formação, aos dezoito anos, Marion ingressou no noviciado, em Hoddesdon em 1959.

Depois de sua profissão, a Irmã Marion continuou sua educação de professor com as Irmãs da Assunção, em Londres, onde sua irmã mais velha a precedera. Ela se formou como professora primária, especializada em música.

Os seus anos na sala de aula, como professora titular, nas Escolas Sâo Thomas More, em Kettering e na Escola Santa Cruz, em Hoddesdon eram sua alegria. Ela gostava de estar com as crianças e seu grande amor residia em compartilhar seu talento musical com elas. A sua música se expandia em qualquer paróquia em que vivia, tocando órgão para toda e qualquer celebração litúrgica, bem como preparar cuidadosamente os grupos de pais que ajudavam os pais a iniciar os seus filhos na educação religiosa.

Ela amava a congregação. Na comunidade era um membro ativo, participando de todas as atividades. A sua liderança comunitária começou logo que ela se aposentou da escola,  continuando a trazer vida para todos. Seu grande amor neste momento eram as Irmãs estudantes que vinham da Coreia do Sul, da Indonésia e do Brasil para aprender Inglês, para o serviço à Congregação. Ela assegurava que a estada mais de dois anos fosse uma experiência da Inglaterra – e não apenas o idioma. Ela provia excursões na Inglaterra, Escócia, País de Gales, visitas a Londres, um retiro Inglês e muito mais.

Embora a doença tivesse sido diagnosticada cinco anos antes de sua morte, ela só lhe permitiu deixar-se possuir por ela, no último ano. Foi um ano de entrega contínua de seus talentos, de seu físico e de sua vontade. Ela sofreu muito e desnecessariamente nos últimos meses, devolvendo, gradulamente, cada porção de seu agraciado ser.

O Senhor o deu e o Senhor o tirou. Bendito seja o nome do Senhor.
Que ela descanse em Paz.